.

  • Rock é Aqui

SLIPKNOT HISTORIA

Posted by Bruno Neri On 11:14 0 comentários

Formada no ano de 1995, na cidade de Des Moines, capital do estado de Iowa, o Slipknot como se conhece surge após a entrada e saída de alguns membros, até chegar à sua formação definitiva, com 9 componentes e suas respectivas numerações: 0 – Sid Wilson – DJ 1 – Joey Jordison – Bateria 2 – Paul Gray – Baixo 3 – Chris Fehn – Percussão 4 – James “Jim” Root – Guitarra 5 – Craig Jones – Sampler 6 – Shawn “Clown” Crahan – Percussão 7 – Mick Thomson – Guitarra 8 – Corey Taylor – Vocal Com influências de Black Sabbath, Slayer e Sepultura, a banda pegou carona no estouro das bandas de Nu-Metal pós-Korn, ganhando destaque devido a incrível capacidade musical e também a aparência dos integrantes, trajados de máscaras horripilantes e macacões industriais. Em 1996, a banda lançou seu primeiro disco, independente e com uma tiragem baixíssima, “Mate.Feed.Kill.Repeat”, que se tornou um item raro e muito cobiçado pelos fãs da banda. Com esse trabalho, a banda começa a ganhar adeptos em sua cidade, despertando o interesse de algumas gravadoras, vindo mais tarde a assinar com a Roadrunner Records. O primeiro disco oficial da banda, viria em junho de 1999, o homônimo “Slipknot”, produzido por Ross Robinson (Korn), e foi considerado um dos melhores discos de metal pesado de todos os tempos. Após o lançamento, a banda sai em turnê divulgando o disco, em busca de mais fãs, que culmina na participação do grupo no Summer Ozzfest. Com o tocar nas rádios dos singles “Wait And Bleed” e “Spit It Out”, o grupo ganhou ainda mais espaço na mídia, porém o sucesso do Slipknot aconteceu em maior parte devido à boca-a-boca e a grande quantidade de shows. E na primavera americana de 2000, o álbum “Slipknot” virou disco de platina, o primeiro disco platinado da Roadrunner, tornando a banda o ícone maior da gravadora. Embalados pelo sucesso, a banda não tarda a lançar a seqüência de seu disco de estréia, denominado “Iowa”, que sai em agosto de 2001. O CD, porém não consegue o mesmo sucesso de seu antecessor, alcançando somente a terceira posição da Billboard na semana de lançamento. Destaque para as faixas “People = Shit”, “Left Behind” e “My Plague”. A banda segue com sua turnê, voltando a se apresentar no Ozzfest, e grava o DVD “Disasterpieces”, até que eles resolvem dar um tempo com o grupo. Durante esse tempo, cada integrante se dedica a um projeto pessoal, como por exemplo Corey Taylor, que lança seu primeiro disco com o Stone Sour. Após um longo tempo de espera, a banda anuncia que um novo álbum está a caminho, até que em maio de 2004 é lançado o terceiro CD do Slipknot, intitulado “Vol.3: The Subliminal Verses”. Produzido pelo genial Rick Rubin, o disco é considerado como o melhor da carreira da banda e emplacou sucessos como “Duality”, “Vermilion” e “Before I Forget”. A banda segue fazendo o que sabe melhor, tocando pelo mundo a fora, passando inclusive pelo Brasil, com um show em São Paulo e outro no Rio de Janeiro. Em 2005 é lançado um disco ao vivo, “9.0 Live”. Site oficial: http://www.slipknot.com Por Júlio Brazil Curiosidades: - Os antigos dreads da máscara de Corey eram do seu próprio cabelo, porém, ele decidiu substituir por cordas. - O sampler que Craig utilizou para a intro do álbum “Slipknot” (742671000027), foi tirado de um documentário sobre Charles Manson. - Joey quebrou 5 pares de baquetas durante a gravação de “People=Shit”. - A foto da frente do álbum “Slipknot” foi tirada na garagem dos pais de Shawn. - O Slipknot tocou uma vez com o nome “Meld” antes de muda-lo. - Durante a gravação do primeiro disco, Joey gravou uma música totalmente nu. - Joey Jordison já fez sexo com sua ex-noiva usando a sua máscara. Discografia: 1999 – “Slipknot” 2001 – “Iowa” 2004 – “Vol.3: The Subliminal Verses” 2005 – “9.0: Live” – “Slipknot- All Hope is Gone” 2009

Categories:

0 Response for the "SLIPKNOT HISTORIA"

Postar um comentário

Comentários Moderados, se o caso for links quebrados va no topo da pagina e preencha o formulário de contatos que leio mais rápido e ja arrumo quase que instantaneamente(zuera)