.

  • Rock é Aqui

Entrevista Com John dolmayan

Posted by Bruno Neri On 21:48 0 comentários

Alguns meses atrás, Andrew Lindsay [(LookOn) juntou as perguntas dos membros do SOADfans para fazer uma entrevista com John dolmayan, baterista da banda ganhadora do Grammy, System of a Down. A matéria é bem interessante, traz algumas curiosidades sobre ele e comentários sobre o Scars on Broadway. Aqui está o que John disse respondendo as perguntas da entrevista: Como o baterista do System of a Down/Scars on Broadway, eu não tenho muito o que dizer, então eu vou dispensar o parágrafo de introdução obrigatório e deixar que vocês leiam a tão esperada entrenvista por e-mail com o homem. Stereokill: Como músico, quem são suas principais inspirações? JD: Meu pai sempre foi uma grande influencia; ele me introduziu ao jazz quando eu era novo e sempre apoiou minhas escolhas na vida. Outros também, há cerca de vinte bandas que me influenciam incluindo: The Who, Rush, Led Zeppellin, The Rolling Stones, Billy Idol, Maynard Furgeson, Fishbone, Pink Floyd, The Police, Daft Punk, Slayer, Iron Maiden, Muse, The Beatles e mais outras incontáveis. Stereokill: Faz doze anos desde que você entrou no System of a Down. O que você considera os pontos altos da sua carreira até agora? JD: São muitos, mas eu posso dizer que meu momento favorito foi tocar num show que quase foi cancelado na Espanha, as 4 horas da manhã. O palco caiu por causa do vento, e era o décimo aniversário do System of a Down. Stereokill: Com o lançamento do Toxicity em 2001, System tornou-se uma banda de muito sucesso. Como você se sentiu, pessoalmente, ao presenciar o interesse crescente sobre a banda pelo público/midia? JD: Isso não foi muito notável para nós; foi muito mais um tornado. Olhando de dentro, nós não sentimos o impacto do que estava acontecendo até muito depois. Stereokill: Tem algum álbum do System que você particularmente tem orgulho? JD: Tenho orgulho de tudo que nós fizemos, mas Steal This Album! é o meu favorito. Stereokill: Você fez um crânio meio deformado para sua edição limitada desse álbum. Tem alguma razão? JD: Pensei que parecia legal, e não consigo desenhar muito. Stereokill: De todas músicas que vocês gravaram, quais delas são suas favoritas? JD: “Holy Mountains”, “Nüguns” e “Soldier Side”. Stereokill: A banda gravou Mezmerize/Hypnotize na famosa mansão de Rick Rubin. Outras bandas gravaram lá [Red Hot Chili Peppers, The Mars Volta] e disseram que a casa era mal assomabrada. Você encontrou alguns espíritos enquanto estava gravando lá? JD: Soa como um bando de besteira. Stereokill: Seguindo o cancelamento de Daron da tour em Outubro, muitos fans estão em dúvida se Scars on Broadway ainda estão juntos. Você pode nos dar uma resposta - Scars ainda vai gravar/fazer tours? JD: Não tenho certeza, mas eu sinto falta dela [a banda]. Stereokill: Você escutou [líder do Scars e integrante do System] Daron [Malakian]? Você pode falar o motivo por qual ele cancelou a tour? JD: É um motivo pessoal, mas ele está bem. Stereokill: Scars on Broadway é constantemente citada pela mídia como uma banda formada só pelo Daron e por você. Você considera Franky [Perez], Danny [Shamoun] e Dominic [cifarelli] membros "oficiais" da banda, ou membros "de tour"? JD: Considero eles como membros, e também como uma família. Stereokill: Lembro que li que Shavo [Odadjian] [baixista do System] estava originalmente ligado ao Scars. É verdade? Se sim, por que sua participação na banda nunca apareceu? JD: Essa é uma questão que seria melhor direcionada ao Shavo. Stereokill: O que você tem feito desde que o Scars ficou em hiatus? Você se envolveu com outros projetos musicais? JD: Estive tocando, mas nada que estou preparado em compartilhar. Stereokill: Quais são os seus planos para o resto do ano? JD: Trabalhando no Torpedo comics, e tocando por satisfação pessoal. Stereokill: Como está o Torpedo Comics? JD: É difícil fazer novos empreendimentos, mas acredito na minha visão para isso e estou dando minha total atenção. Stereokill: Você vai lançar algum dia seu comic "baseado em super-heróis"? JD: Estou trabalhando nisso. Stereokill: Qual é sua sensação diante da industria musical atualmente? JD: Estou em sérios problemas. Stereokill: Você acha que irá permanecer na industria musical até que você fique velho e grisalho? JD: Não estou na industria musical; eu toco música. Stereokill: Há alguma banda atual que você recomenda? JD: Estou certo que existem toneladas de bandas que são boas, mas eu não sou exatamente ligado a coisas novas. Prefiro bandas que têm no mínimo três álbuns, então posso acompanhar o crescimento deles e cresço com eles. Stereokill: Quais são seus álbuns favoritos de todos os tempos? JD: Não posso responder isso. Stereokill: Uma tarefa difícil, mas você poderia listar seu top cinco musical dos melhores artistas? JD: Prefiro não tentar. Stereokill: Se você pudesse ser qualquer bateria/prato qual você seria? JD: Já sou uma bateria/prato. Stereokill: Você teve aulas de bateria? JD: Um monte. Stereokill: Muitos fans estão curiosos para saber se você já leu Switch!, a continuação da série Schnibbel [fan fic sobre a genitália de John e Daron]? JD: Li algumas delas - muito criativo. As pessoas têm muito tempo para gastar. Stereokill: Li que existe um sanduiche com nome baseado em você, você já experimentou? JD: Ainda não, é gostoso? Stereokill: Finalmente, uma pergunta que você está cansado de escutar, mas há alguma notícia sobre o futuro do System of a Down? JD: System of a Down está morto: Matei todos os membros para o meu sanduiche. Link original da entrevista Tradução: Anne Fonte: system of a Down Brasil ................................................................................

0 Response for the "Entrevista Com John dolmayan"

Postar um comentário

Comentários Moderados, se o caso for links quebrados va no topo da pagina e preencha o formulário de contatos que leio mais rápido e ja arrumo quase que instantaneamente(zuera)